quarta-feira, 7 de outubro de 2009

AS SUB-REGIÕES DO NORDESTE




O Nordeste, como as demais regiões do Brasil, não é homogêneo.
Para efeito de estudo, costumamos dividir a região em quatro áreas definidas de acordo com o clima, a vegetação e a situação econômica:
Sertão – interior
Zona da Mata – trecho do litoral onde havia mata Atlântica
Agreste – região entre o sertão e a Zona da Mata
Meio Norte – faixa localizada no estado do Maranhão e parte do estado do Piauí.

Zona da Mata
Localiza-se na faixa litorânea, onde as chuvas são regulares. Foi a primeira região a ser colonizada e é a mais povoada, a mais industrializada e a mais urbanizada.
Compreende a área costeira que vai do Rio Grande do Norte até a Bahia.
Tem esse nome porque a vegetação original que cobria essa área era a mata Atlântica que hoje se encontra bastante devastada

Sertão
Abrange mais da metade da área total do Nordeste. Corresponde às áreas interioranas de clima semi-árido.
À medida que vamos avançando para o interior, as chuvas se tornam cada vez mais escassas, ocorrendo até longos períodos de seca.
No Sertão predomina a caatinga, um tipo de vegetação rala, com árvores pequenas e retorcidas, misturadas com cactos, como o mandacaru e o xiquexique.
Os rios do sertão nordestino são em geral intermitentes , isto é, secam completamente durante alguns meses do ano. A grande exceção é o Rio São Francisco, que corre continuamente, mesmo nos períodos de seca prolongada; por isso, é um rio perene,

Agreste 

É uma zona de transição entre o Sertão e a Zona da Mata, nem muito úmida nem muito seca.
Trata-se de uma faixa estreita na direção leste-oeste e alongada na direção norte-sul.
È uma área relativamente alta, que corresponde a região do planalto da Borborema
Existem no Agreste algumas importantes cidades comerciais, a principal atividade econômica. São chamadas de capitais regionais e, entre elas se destacam: Campina Grande (na Paraíba), Feira de Santana (na Bahia); Caruaru e (em Pernambuco)

Meio Norte
É a área mais próxima da região Norte. Possui vegetação exuberante. Aí se encontra a Mata dos Cocais onde se encontram duas grandes riquezas naturais do Nordeste: a carnaúba e o babaçu.
A principal cidade é São Luis, capital do Maranhão.
A agricultura tradicional do Meio Note baseava-se no cultivo do algodão, cana-de-açúcar e arroz. Hoje a soja vem se tornando o principal produto, cultivado de forma moderna e mecanizada.

Atividades
1 - Após ler atentamente o texto sobre as sub-regiões do Nordeste, complete os espaços em branco com as palavras abaixo, para formar um texto sobre o assunto da aula.

danças- festas juninas – UNESCO –agreste – Pelourinho – cerâmica- sítios arqueológicos – meio-norte – zona da mata – ecoturismo – mata Atlântica – arquipélago – chuvas – caatinga – praias – ecossistemas – sertão.

O ............................. compreende a faixa de transição entre o sertão semi-árido do Nordeste e a região amazônica. Apresenta clima úmido e vegetação exuberante, à medida que avança-se para o oeste.
A ................................ estende-se do estado do Rio Grande do Norte ao sul da Bahia, numa faixa litorânea de até 200 quilômetros de largura. O clima é tropical úmido, com chuvas mais freqüentes no outono e inverno. O solo é fértil e a vegetação natural é a ..............................., já praticamente extinta.
O ................................. uma extensão de área de clima semi-árido Nessa sub-região, os terrenos mais férteis são ocupado por minifúndios, onde predominam as culturas de subsistência e a pecuária leiteira.
O ............................. é uma extensa área de clima semi-árido que chega até o litoral, nos estados do Rio Grande do Norte e do Ceará. As atividades agrícolas sofrem grande limitação, pois os solos são rasos e pedregosos e as ...................... escassas e mal distribuídas. A vegetação típica é a ......................... O rio São Francisco é a única fonte de água perene.
O grande número de cidades litorâneas com belas .............................. contribui para o desenvolvimento do turismo. Muitos investem na construção de parques aquáticos, complexos hoteleiros e pólos de .............................. Esse crescimento, no entanto, favorece a especulação imobiliária, que em muitos casos ameaçam a preservação de importantes.
A cultura nordestina é um atrativo à parte para o turista. Em cada estado, há ................... e hábitos seculares preservados. As rendas de bilro e a ........................ são as formas mais tradicionais de artesanato da região. As ................................... em Caruaru (PE) e Campina Grande (PB) são as mais populares do país. O nordeste é a região brasileira que abriga o maior número de Patrimônios Culturais da Humanidade, título concedido pela ............................. Alguns exemplos são as cidades de Olinda (PE), São Luis (MA) e o centro histórico do ............................ em Salvador (BA).
Há ainda o Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí, um dos mais importantes .............................. do país. O carnaval continua sendo o evento que mais atrai turistas, especialmente em Salvador, Olinda e Recife. Cada uma dessas cidades chega a receber um milhão de turistas nessa época. Outro grande destaque a nível nacional e mundial é o ............................ de Fernando de Noronha, com suas maravilhosas paisagens naturais e mar cristalino, local que abriga os golfinhos saltadores, conhecidos em todo mundo.
2 - Observando o Mapa responda.
a) Que estados formam a sub-região da Zona da Mata?
b) Que estados formam a sub-região do Agreste?
c) Que estados formam a sub-região do Sertão?
d) Que estados formam a sub-região do Meio-Norte?

Resposta das questões
a) Litoral da Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco e Rio Grande do Norte.
b) Parte da Bahia, de Sergipe, de Alagoas, de Pernambuco, da Paraíba e do Rio Grande do Norte
c) Maior parte da Bahia, pequena parte de Sergipe e Alagoas, praticamente metade de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, todo o Ceará, a mior parte do Piauí e pequena parte do Maranhão.
d) Maranhão e pequena parte do Piauí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário